Integração Sensorial no TEA: Alterações no Sistema Gustativo

Continuando nossa sequência de textos sobre os sentidos sensoriais, hoje chegou a vez do Sistema Gustativo.

O Sistema Sensorial é composto por receptores sensoriais ou terminação sensitivas. Esses receptores podem receber informações vindas do ambiente ou do interior do corpo e tem a capacidade de transformar estímulos em impulsos nervosos que são transmitidos ao sistema nervoso central para que o corpo consiga ter uma reação adequada à aquele estímulo.

Na língua existem receptores sensoriais que são responsável por detectarem diferentes tipos de sabor (sabores básicos: doce, salgado, azedo e ácido). Quando falamos em sistema gustativo, pensamos em sabor, mas é preciso lembrar que ele age em conjunto com os outros sentidos devido à complexidade que é a experiência de saborear um alimento.

Os sistema sensoriais são ativados para que possamos ter sensações de cheiro (olfativo), textura e temperatura (tátil), consistência (proprioceptivo), som da mastigação (auditivo). Além disso, podemos dizer que antes de comer apreciamos a beleza do alimento através do sistema visual. A combinação de todas essas sensações é o que nos dá a experiências de comer.  

Alteração de hipersensibilidade (que é quando a criança sente a sensação mais rapidamente, mais intensamente ou durante mais tempo) nesse sistema pode fazer com essa criança não goste de escovar os dentes, tem comportamento inadequado diante de texturas e sabores de alimento, não exploram objetos com a boca quando bebê, podem engasgar-se facilmente com a comida ou cuspir com frequência.

Por outro lado existem crianças que sentem menos as sensações (hiposensibilidade), neste caso, são pouco consciente do sabor dos alimentos, por isso gostam de coisas muito salgadas ou picantes por exemplo, podem encher demais a boca durante a alimentação e possuem pouca consciência de quando estão satisfeitas.

Alterações nesse sistema são extremamente graves, uma vez que influencia diretamente na questão nutricional da criança.

E como já falamos aqui em outro momento, o tratamento dessas alterações é feito principalmente por Terapeutas Ocupacionais, porém, outros profissionais de saúde, como Fisioterapeutas e Fonoaudiólogos também podem aplicar técnicas baseadas na integração sensorial com objetivos de organizar esses sistemas.

Em caso de dúvidas procure um especialista.

Atenciosamente,

Grazielle Muniz Gobetti

Fisioterapeuta

Compartilhe isso:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *