Integração Sensorial no TEA: Alterações no Sistema Visual

Dando seqüência a série de textos sobre os sentidos da integração sensorial, hoje falaremos sobre o sistema visual. (Releia o primeiro texto aqui)

O sistema visual é aquele que detecta e interpreta luz e imagens, levando a informação ao cérebro que, por sua vez, analisa e sintetiza e dá a dimensão necessária para os outros sentidos.
A visão é o mais complexo de todos os sistemas sensoriais e por isso ocupa mais espaço do cérebro do que os outros sentidos. Começa a se relacionar com os demais sistemas desde o nascimento para construir percepções do mundo de forma multidimensional e se desenvolve de forma tão sofisticada que domina a experiência sensorial humana
Recebe informações do meio externo tais como formas, cores, letras, palavras e números. Também guia os movimentos, ajuda com o equilíbrio e ainda permite a monitoração de ações para que o movimento seja executado de forma segura e eficaz, ou seja, através do varrimento visual juntamente com o contexto visuoespacial que o individuo é capaz de perceber as mudanças do ambiente, processar rapidamente essas informações no cérebro e então se antecipar, planear e adequar as interações com o meio.
Alterações nesse sistema pode influenciar na aprendizagem, ortografia e leitura, pois nos permite recordar as características e seqüência de objetos, formas e letras, por exemplo, nos permite ler e compreender o que vemos de forma rápida e eficaz. Pode impactar diretamente nas noções de posicionamento no espaço, perceber o que está virado para cima ou para baixo, por exemplo, ou desviar de um objeto quando jogados em nossa direção, entre outros…
Lembrando que os sentidos sensoriais agem de forma integrada, sendo assim, alterações num sistema pode influenciar em outros. Neste caso, a visão reforça o que a criança aprende através dos outros sistemas sensoriais.
Em caso de dúvidas procure um especialista.

Atenciosamente,
Grazielle Muniz Gobetti
Fisioterapeuta

Compartilhe isso:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *